Isis Gasparini

Isis Gasparini

Registro Profissional DRT: Artista – Bailarina 36.188/SP

Bailarina e artista multidisciplinar, investiga a relação entre corpo, espectador e obra de arte em trabalhos que articulam audiovisual, dança e instalações. Atualmente desenvolve sua pesquisa de mestrado em Poéticas Visuais na ECA-USP. Dedica-se ao estudo e à produção da videodança, ministra aulas e oficinas de composição coreográfica na dança contemporânea, participa do CED Grupo de Pesquisa ministrado por Helena Katz (PUC-SP) e do Grupo de Estudos ministrado por Galciani Neves. E ainda, colabora com a TF Style Cia de Dança, sob direção de Igor Gasparini.

Iniciou seus estudos em dança com a formação tradicional do Ballet Clássico e Jazz, desenvolvendo também as Danças Urbanas e profissionalizando-se com a Dança Contemporânea. É formada Maitre Ballet Clássico pelo curso de Formação Técnica da Academia Tânia Ferreira (2006), possui ainda Graduação em Artes Plásticas pela FAAP (2011) e Pós-Graduação em Fotografia pela mesma instituição (2014).

Recentemente foi selecionada para o 7th Choreographic Coding Lab, laboratório que resulta da plataforma Motion Bank de William Forsythe, experiência colaborativa que pretende investigar o pensamento coreográfico. Na sua trajetória, teve experiências com diferentes linhas e estilos de dança, tendo participado de cursos e workshops em vários países (em cidades como Paris, Nova York, Roma, Buenos Aires, Amsterdam e Toronto). Em 2014, participou do programa de Residência Artística na Cité Internationale des Arts em Paris, período em que também freqüentou o Cours Professionnel de danse no Instituto Micadanses.

Nos anos 2012 e 2013, trabalhou como intérprete-criadora no Núcleo Mercearia de Ideias, sob direção de Luiz Fernando Bongiovanni, onde participou da elaboração e realização dos espetáculos “Microbiografias Visíveis” e “Nossos Sapatos” (contemplado pela 13a edição do Fomento à dança). Entre 2011 e 2012, trabalhou com Roberto dos Santos e Ana Lucia Barbosa na Quadrela Cia. de Dança, iniciando o trabalho de pesquisa do movimento como intérprete-criadora, fundamentado na metodologia de William Forsythe.

Trabalhou entre 2008 e 2013 com as disciplinas teóricas de Terminologia, Repertório e História da Dança nos Cursos Técnicos de Formação em Dança da Academia Tania Ferreira,  ministrando também, desde 2005, aulas práticas de Dança. Entre 2000 e 2006 integrou o Bombelêla Dance Company, experiência que lhe proporcionou sua profissionalização na área da dança, atuando em teatros, eventos, shows e trabalhos para televisão, além da significativa vivência com portadores de deficiência física no Projeto Incubadance, desenvolvido por essa Cia.

Seus trabalhos têm sido mostrados em exposições coletivas, desde 2010, em diversos museus e galerias no Brasil, tendo participado também de exposições na França (Museu do Louvre) e Finlândia (Art Laboratory). Algumas obras integram importantes acervos como o do MAB (Museu de Arte Brasileira-SP), MAC (Museu de Arte Contemporânea do Paraná) e Biblioteca Panizzi (Reggio Emilia-Italia).