Igor Gasparini

Igor Gasparini

DRT: Artista – Dançarino nº 22.492/SP

DRT: Jornalista nº 55.208/SP 

Formado em Jornalismo pela PUC e em Ciências da Atividade Física pela USP. Pós-graduado em Jornalismo Cultural, com ênfase em crítica de dança; Mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP; foi bolsista CNPQ. Trabalhou na TV-PUC, na Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Cultura e é professor e coreógrafo de Danças Urbanas e de Dança Contemporânea.

Diretor e intérprete-criador do T.F.Style Cia de Dança, núcleo que pesquisa a Dança Urbana Contemporânea e destacam-se os espetáculos Carne Urbana (2017), Sob a Pele (2016), Anti (2014), Beco (2014), Tempo (2013),  Deserto de Ilusões (2011), Encontros e Desencontros (2009) e Formas – um aspecto em particular (2007). A companhia foi contemplada pela XX Edição de Fomento à Dança da cidade de São Paulo e pelo PROAC 2016 para Circulação de Espetáculos de Dança no Estado de São Paulo. Dentre as principais atuações da Cia estão as temporadas nos diversos teatros da cidade de São Paulo; a participação no Circuito SESC de Artes; no Circuito Cultural Paulista; e no Circuito São Paulo de Cultura; os espetáculos, workshops e intervenções realizadas em diversas unidades da Rede SESC-SP. Destacam-se também a participação no extinto Teatro da Dança; além de workshops e espetáculos que fizeram parte da programação de edições da Virada Cultural de São Paulo e da Virada Cultural Paulista. A Cia também realizou temporadas em locais expressivos como Centro Cultural São Paulo, Teatro Sérgio Cardoso, Museu da Imagem e do Som (MIS) e Galeria Olido. Em 2014, foi contemplada pelo Programa Vai, da prefeitura de São Paulo, realizando oficinas e espetáculos em diversos CEUs da cidade.

Igor Gasparini também foi artista orientador do Programa Vocacional Dança da Prefeitura de São Paulo por 4 anos e do Programa de Qualificação em Dança do Governo do Estado de São Paulo. Recebeu o Prêmio de Melhor Coreógrafo na categoria Dança do 10º Prêmio Jovem Brasileiro. Foi convidado também para ministrar workshops na cidade de Arhem, na Holanda, e realizou aperfeiçoamento em Nova York, nos Estados Unidos, pela Broadway Dance Center nos anos de 2011, 2012, 2014 e 2017. Também realizou cursos em outros locais dos Estados Unidos, Espanha, França, Áustria, Holanda, Itália e Argentina.

Foi comissão de análise de Projetos Culturais de Dança do Edital PROAC 1as Obras do Governo do Estado de São Paulo; do Prêmio Nelson Seixas (São José do Rio Preto) e dos projetos culturais do Governo do Estado do Paraná. Dança profissionalmente pelo Coletivo O12, da cidade de Votorantim; e já dançou pela KD Cia de Dança, da cidade de Potirendaba; pelo Grupo DivinaDança, em espetáculo de Alex Soares; também por 3 anos integrou a Cia de Performance, dirigida por Tati Sanchis e Henrique Bianchini, e foi dançarino e coreógrafo do Bombelêla Dance Company, grupo que trabalha com estilos clássicos do hip hop e é precursor da dança inclusiva, dirigido por Mark Van Loo. Dançou por dois anos com a apresentadora Eliana; foi coreógrafo de Comissão de Frente da Acadêmicos do Tatuapé, de 2004 a 2007, e pela Combinados do Sapopemba, em 2011, além de ter coreografado também para o grupo Balão Mágico.

 

Apresentação Limeira-102