Carne Urbana

Em Espetáculos

2017_JC2_TF__0076

Carne Urbana

Release

O limite da carne em um tecido rasgado por relações urbanas. É chegar às vísceras. Encarnar. Para além da pele, chegamos à carne, que gera movimento e torna vivo o urbano. Um fluxo incessante de trocas entre corpo e cidade. Um corpo guiado pelas aparências, pela imagem, pela busca da longevidade. Um corpo que nega a morte e torna-se escravo da sobrevivência.

A solidão e o silêncio de cada um em meio ao caos de nossa existência, nos limites da vida urbana. Na sua eterna busca por alívio, por entorpecer-se, por dopar-se, a fim de livrar-se da dor de existir, de frustrar-se, de errar. Muitas vezes, é estar e não pertencer, necessitando de um esvaziamento no limiar do corpo morto. É preciso perder, deixar morrer, perceber o corpo que definha, engasga, emperra, interrompe, apodrece. E seguir, mesmo com a distopia de um lugar que revela gestos que quase desistem, que abandonam.

O trabalho busca refletir sobre a fisicalidade dos corpos urbanos e as transformações do corpo, revelando percepções ora silenciadas internamente, ora escancaradas no bando, e que emanam nesta exposição de carnes.

 

Fotos: Roberto Assem e Isis Gasparini

 

Ficha Técnica

Direção Geral e Concepção: Igor Gasparini

Direção Artística: Frank Tavanti

Intérpretes-Criadores: Arthur Alves, Edvan Gonçalves, Igor Gasparini, Laísa Forquim, Luiz Paulo Raguza, Maju Kaiser, Marcia Marcos, Maria Emília Gomes, Natália Moura e Pasha Gorbachev.

Provocação Dramatúrgica: Thiago Alixandre

Provocação Corporal: Igor Gasparini, Frank Tavanti, Eduardo Fukushima, Márcio Greyk, Rafi Sahyoun, Robson Ferraz, e Thiago Alixandre.

Desenho de Luz e Iluminação: Natália Peixoto

Desenho e Concepção de Som: Herí Brandino

Figurinos: Mayara Rosa

Produção: Daniela Santos

Duração: 60 min

Classificação: 14 anos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: